A hipertensão afeta crianças, adultos e idosos

O que é a hipertensão?
A pressão sanguínea é a força exercida nas artérias quando o coração bate (pressão sistólica) e quando o coração relaxa (pressão diastólica). A hipertensão é definida quando a pressão sistólica é igual ou superior a 140 mmHg e a diastólica é igual ou superior a 90 mmHg.
A pressão alta aumenta diretamente o risco de doença cardíaca (levando ao infarto) e derrame (AVC), especialmente quando associada a outros fatores de risco.
 
É uma doença silenciosa, podendo aparecer por herança genética, embora uma má alimentação, os maus hábitos, o excesso de sódio nas comidas, o abuso dos alimentos processados e o sedentarismo são alguns fatores que a geram, assim como o álcool e o tacabo. No entanto, também existem muitas formas de combatê-la.

Quais os sintomas?
Visto que falamos de uma doença silenciosa, os sintomas são subtis e confundidos com outras patologias. Porém, alguns dos sintomas atribuídos a hipertensão são dor de cabeça, sangramento do nariz, tontura, rosto avermelhado e cansaço.
Se uma pessoa com hipertensão arterial grave permanecer um longo período sem tratamento, poderá provocar 
danos no cérebro, olhos, coração ou rins, e, por conseguinte, originar sintomas como dor de cabeça, fadiga, náusea, vómito, falta de ar e visão turva.

A hipertensão pode ser perfeitamente controlada com orientações médicas, mas também com a inalação de óleos essenciais, uma dieta equilibrada e, principalmente, com as emoções.

Óleos essenciais: Bergamota - Citrus bergamia ; Lavanda - Lavandula angustifolia; Tomilho - Thymus vulgaris
A parte do cérebro que reage mais diretamente ao estímulo olfativo é o sistema límbico, que corresponde aos nossos sentimentos, memórias, emoções e reações aprendidas e arquivadas. O sistema límbico é a área mais antiga do cérebro, o núcleo central sobre o qual fica o córtex cerebral. Quando as mensagens aromáticas atingem o sistema límbico, elas são processadas de forma instantânea e instintivamente. É por isso que os aromas são tão poderosos.

Bergamota - Citrus bergamia: Este óleo essencial com um aroma fresco, é um dos favoritos na aromaterapia e é óptimo para proporcionar uma sensação de relaxamento e felicidade. Alivia as infecções do trato urinário e estimula o fígado, o baço e o estômago, orgãos onde se acumulam emoções como o medo e raiva.

Lavanda - Lavandula angustifolia: O óleo de lavanda tem um efeito calmante e relaxante sobre os nervos, alivia a tensão, depressão, pânico, histeria e esgotamento nervoso em geral, sendo eficaz para combater dores de cabeça, enxaquecas e insónias.

Tomilho - Thymus vulgaris: Este óleo específico é extremamente terapêutico para o coração. Ele mantém as válvulas a funcionar corretamente, pois é um antiespasmódico, acalma as artérias, bem como veias e, portanto, diminui a pressão arterial, bem como o stress sobre o coração. Além disso, fortalece os músculos cardíacos e tonifica o coração, pois é um tônico. Concluindo, o óleo essencial de tomilho é espetacular para todos os aspectos da saúde do coração.

 
Dieta
É importante ter uma alimentação equilibrada, pelo que, deixo aqui algumas dicas para adicionar à sua dieta.

Substituto do sal: Ervas
Coentro, cebolinha, alecrim, salsa, manjericão e louro são os temperos naturais mais saudáveis que existem. Portanto, retire o sal e utilize as ervas referidas como tempero.

Favorecem a vasodilatação e fontes de Vitamina E: Sementes oleaginosas e Ômega 3
Sementes oleaginosas:
Nozes, amêndoas, castanha-do-pará, caju e linhaça, todos atuam como vasodilatadores, ou seja, os vasos sanguíneos ficam ampliados, melhorando a circulação sanguínea e controlando a pressão arterial. Ricos também em vitamina E, esses alimentos ajudam a retardar o envelhecimento, e várias complicações cardiovasculares.

Ômega 3:
Encontrado no azeite, peixe (principalmente a sardinha, cavala e o salmão) e linhaça, os ácidos graxos do ômega 3 estão associados à diminuição da vasoconstrição e do aumento da vasodilatação.

Antioxidante: Alho
Muito rico em vitamina C, o alho tem alto poder antioxidante, diminuindo o risco de cancro e doenças cardíacas e combatendo o envelhecimento precoce. Assim, como a aveia, é também rico em magnésio.

Eliminar excesso de sódio: Potássio
Para eliminar o excesso de sódio no organismo, nada melhor que o potássio. Não pode faltar na dieta: inhame, banana, feijão preto, abóbora, cenoura, laranja, espinafre e maracujá.

Hipertensão e emoções (psicossomática)
O stress, o medo, a tristeza profunda, o rancor e a hostilidade influenciam, constantemente, o nosso sistema circulatório.
Podemos observar que, na raiva e no medo, ocorre uma aceleração dos batimentos cardíacos. Alguns pacientes, ao consultar o cardiologista, apresentam uma elevação da pressão arterial (chamada de síndrome do avental branco), que após o fim da consulta volta ao normal.

 
As pessoas hipertensas são dotadas de uma grande força agressiva e geralmente vivem cercadas de problemas. Para fugir ao desconforto provocado pelas situações mal resolvidas, apelam ao trabalho, assumindo uma sobrecarga de atividades, e costumam também dar o melhor para os outros, esquecendo-se de si mesmo. São pessoas prestativas e dispostas a responder a todas as solicitações externas. Querem encontrar soluções para os conflitos alheios, deixando de lado as suas próprias dificuldades.
 
Pelo que, vale lembrar que a solução de qualquer problema está dentro da própria situação, nunca fora dela.
 
Marisa Azevedo